Blogger Widgets

[Resenha #1007] A Rainha Exilada - Cinda Williams Chima @Suma_BR @CindaChima



A Rainha Exilada
Os Sete Reinos # 2
Cinda Williams Chima
ISBN-13: 9788581052403
ISBN-10: 8581052401
Ano: 2014
Páginas: 456
Idioma: português
Editora: Suma de Letras
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva

Sinopse:
Assombrado pela perda de sua mãe e irmã, a jornada de Han Alister rumo ao sul começa com seus estudos na Academia Mystwerk em Vau de Oden. Mas partir de Fells não significa que o perigo ficou para trás. Han é caçado a cada passo do caminho pelos Bayar, uma poderosa família de magos decidida a reaver o amuleto que Han roubou deles. E a Academia Mystwerk apresenta seus próprios perigos. Lá, Han conhece Corvo, um mago misterioso que concorda em ser seu tutor nas artes negras da feitiçaria – mas a barganha que eles fazem pode levar Han a se arrepender. Ao mesmo tempo, a princesa Raisa ana’Marianna foge de um casamento forçado em Fells, acompanhada de seu amigo Amon e seus cadetes. Agora o lugar mais seguro para Raisa é a Academia Wein, a academia militar de Vau de Oden.



Resenha:

 
A Rainha Exilada é o segundo livro da série O Rei Demônio, e começa exatamente onde o livro anterior parou, com os nossos narradores Raisa e Han indo para o Vau de Oden, cada um deles com seus próprios motivos, e é apenas uma questão de tempo até que eles fiquem cara a cara mais uma vez.





Depois de perder tudo o que importava, Han Alister está indo para o Vau de Oden junto com Dançarino para a academia de magos Mystwerk, a fim de se tornar forte, pois ele havia descoberto no livro anterior que ele é um mago e possui poder, e após essa descoberta Han acaba sendo caçado, e assim ele faz um acordo com os clãs que vão lhe garantir sua estadia na academia de magos e futuramente ele irá usar seu conhecimento adquirido para proteger o clã dos que estão armando contra eles.



Raisa também está se dirigindo para o Vau de Oden, para entrar na academia de cadetes Wien e se esconder de sua mãe e de um casamento forçado com Micah Bayer, filho do Grão Mago. A viagem é traiçoeira, e Raisa, junto com Amon e seus amigos devem enganar os clãs que visam capturá-la e forçá-la de volta para o reino. Usando o nome de Rebecca Morley, Raisa, eventualmente, consegue chegar ao seu destino e começa a sua educação determinada a se tornar uma rainha mais forte do que sua mãe, livre das maquinações dos assistentes para trazer a paz, a justiça e a ordem de volta para o reino. Ela tem esperança de aprender como ser uma rainha guerreira como Hanalea. Com a ajuda de Amon ela está aprendendo a lutar e os sentimentos entre eles florescem, mas ele fez um acordo com seu pai e dever honra-lo, mas não será fácil. Raisa consegue aprender mais sobre o seu reino e as dificuldades que o povo passa, e ela acredita que irá conseguir aprender o que precisa para se tornar uma grande rainha.



Enquanto Raisa luta com seus próprios problemas e responsabilidades, Han também enfrenta os seus. Han começa seu aprendizado sobre magia e também a como usar o seu amuleto poderoso. Durante uma aula, ele se transportou para outro mundo, lá conheceu Corvo, um homem poderoso que lhe promete ensinar tudo sobre as magias mais poderosas, mas claro, nada é de graça, ele quer algo em troca, e Han irá conhecer mais sobre seu mundo e irá lutar contra os Bayar.



Han descobre que está cercado por inimigos dentro da academia, e terá que aprender em quem ele pode confiar, e verá também amadurecer e a se desenvolver como mago poderoso. O caminho de Raisa acaba por se cruzar com o de Han. Ela está atraída por ele, assim como ele é atraído por ela. Apesar das forças que ameaçam separá-los, o destino de Raisa e Han estão intimamente ligados, e os dois aprendem a confiar um no outro enquanto a sua relação se aprofunda em algo mais.


A Rainha Exilada foi absolutamente impecável e totalmente surpreendente. Os personagens, o enredo, tudo, me deixou viciada. A única coisa negativa que eu posso dizer sobre este livro ou simplesmente a série Sete Reinos, em geral, é que o começo é realmente lento, mas passadas as primeiras 150 páginas ou algo assim eu garanto que o resto do livro vai te deixar preso na história, tanto, que você não vai conseguir largar o livro até chegar ao final.


Todos os personagens nesse livro foram mais desenvolvidos nesse livro. Raisa, também, cresce muito neste segundo livro, expandindo a partir de uma garota teimosa e, sim, princesa mimada para uma jovem mais dedicada a se tornar uma melhor rainha para seu reino. Raisa começou a série um tanto ingênua, manipuladora e impetuosa - compreensível, dado o quão jovem ela é, e acostumada a conseguir o que quer. Neste livro, Raisa é forçado a crescer, emocionalmente e mentalmente, e sua determinação de se tornar uma líder forte é absolutamente cativante.


Que capa linda! Segue o mesmo padrão da capa anterior, e temos uma diagramação ótima, a editora fez um belo trabalho.

A Rainha Exilada tem tantas descrição fantásticas e que história envolvente. O mundo de fantasia é completamente bem construído e há uma sensação real no desenvolvimento dos personagens. Ninguém parece ser completamente bom ou ruim e todos eles tomam boas e más decisões. Houve alguns momentos muito comoventes e outros que você queria torcer. Definitivamente, este segundo livro da série é melhor que o primeiro. Recomendo.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...