Blogger Widgets

[Resenha #1029] Corações Fortes - Diana Palmer @harlequinbrasil


Corações Fortes
Diana Palmer
ISBN-13: 9788539821754
ISBN-10: 8539821753
Páginas: 288
Ano: 2016
Idioma: Português
Editora: Harlequin Books Brasil
Classificação: 3 estrelas

Skoob
Sinopse: A escolha perfeita?
Depois de ter sido usado e abandonado pela mulher que acreditava amar, o bilionário Blair Coleman abriu mão de sua vida social. A única pessoa na qual ele realmente confia é Niki Ashton, filha de seu melhor amigo. Blair é forte, cabeça-dura e apaixonante. E são exatamente essas qualidades que o fazem ser o homem dos sonhos de Niki. Porém, sempre que ela tentava se aproximar, Blair se afastava. Foi preciso um trágico acidente para que ele se livrasse de suas ressalvas. Agora, Blair está disposto a tudo: casamento, filhos e “felizes para sempre”. Mas será que não é tarde demais?



Resenha:

O amor não está mais nos planos do multimilionário do ramo de petróleo, Blair Coleman, que após um casamento tumultuado, se divorciou de sua ex-esposa. Porém, a linda filha de seu melhor amigo sempre parece tornar seu dia melhor com seu jeito alegre, espontâneo, jovem e apaixonado. 



O bom da história é que Niki Ashton sempre foi apaixonada por Blair e por conta dessa paixonite nunca se permitiu namorar com outros garotos, sendo sempre uma moça ingênua e bastante reservada.

Mesmo separado Blair não vê com bons olhos um possível relacionamento entre ele e Niki e a diferença de 16 anos entre eles é uma barreira que ele não tem intenção de tirar, mesmo estando completamente fisgado por aquela linda mulher.



Embora o enredo fosse interessante, até para se debater sobre a questão da idade a narrativa se arrastou e a indecisão constante de Blair foi enervante. Fiquei completamente frustrada com a imaturidade apresentada por ele, o que não condizia com sua idade e posição social. E Niki mesmo com sua juventude era mais madura e sensata que ele.




Os diálogos foram sempre os mesmos: fico ou não fico, quero e não te quero... O que era pra ter sido mais trabalhado, como a diferença de idade e o que se fazer para vencer esse obstáculo, foi completamente posto de lado frente às decisões infantis do protagonista. Detestei os momentos em que ele era insensível com Niki, mesmo estando terrivelmente apaixonado por ela, e pensava em estar fazendo o melhor, acreditando que ela deveria estar com alguém da idade dela.

O que salvou a história foi Niki. Que mesmo sendo uma filhinha de papai e tendo uma saúde frágil nunca desistiu do que queria ou sentia.  Ela foi uma ascendente por toda a narrativa e sua participação foi forte e sensata.


2 comentários:

  1. Ai ai esses lançamentos que me deixam doida. Se pudesse eu compraria todos.

    ResponderExcluir
  2. Histórias rápidas e simples. Também gosto muito!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...