Blogger Widgets

[Resenha #1038] O Lado Bom da Vida - Matthew Quick @intrinseca


O Lado Bom da Vida
Matthew Quick
ISBN-13: 9788580572773
ISBN-10: 8580572770
Ano: 2013
Páginas: 256
Editora: Intrínseca
Classificação: 4 estrelas
Skoob
Compre: Submarino

Sinopse:
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.



Resenha:

    O Lado Bom da Vida é um romance diferente daqueles que estamos acostumados a ler. O livro é narrado, em primeira pessoa, por Pat Peoples, um homem apaixonado, torcedor dos Eagles, que possui problemas com o pai e que é absolutamente dedicado à sua esposa, Nikki.

    Porém, aparentemente, as coisas não são bem como Pat imaginava. Acontece que Pat acaba de sair de uma clínica psiquiatra, que ele chama de “lugar ruim”, onde ficou internado por um período do qual ele não se lembra. Além disso, todos parecem não aprovar todos os esforços que Pat faz para que sua esposa volte a amá-lo quando o “tempo separados” acabar.



    Pat realmente se dedica para ser um homem melhor para Nikki. Ele abusa de exercícios físicos, pois Nikki gosta de homens com peitoral forte, ele lê os livros que Nikki gosta, pois não quer mais parecer burro na frente dela e dos amigos dela, ele também começa a dar gorjetas grandes e ser muito educado, pois Nikki gostava de cordialidade. Enfim, Pat faz tudo o que pode para que quando o “tempo separados” acabar, ele seja um novo e melhor homem para Nikki.


“Não quero ficar no lugar ruim, em que ninguém acredita no lado bom das coisas, no amor ou em finais felizes, e onde todo mundo me diz que Nikki não vai gostar do meu novo corpo, nem vai querer me ver quando acabar o tempo separados. Mas também tenho medo de que as pessoas de minha antiga vida não sejam tão entusiásticas quando estou tentando ser agora.” p. 8


    Mesmo que todos à sua volta não lhe dêem apoio nessa missão de se tornar um homem melhor, Pat é muito otimista e segue seus planos. E quando eu digo que Pat é otimista, eu quero dizer que ele realmente chega a ser irritante de tão otimista. Ele acredita no lado bom da vida, em finais felizes e no poder do amor.

Pat tem uma personalidade peculiar. Ele se irrita com facilidade, possui comportamentos infantilizados e algumas manias bem estranhas. Pat também acredita que Deus lhe manda alguns sinais. É interessante observarmos todas essas peculiaridades ao longo do livro.


“Quando corro, eu sempre finjo que estou correndo em direção a Nikki, e isso me dá a impressão de que estou diminuindo o tempo separados que terei de esperar para vê-la novamente.” p. 21



    Toda a família de Pat, e até seu terapeuta, são torcedores dos Eagles. Por isso, futebol americano é um tema constante no livro. Como estamos no Brasil e não entendemos muito do assunto, algumas passagens são bem cansativas.


    Mas é claro que o ponto alto do livro é o aparecimento de Tiffany, uma mulher bonita, que ama dançar e odeia futebol. Quase tão louca quanto Pat, ela começa a se aproximar dele, mesmo contra a vontade de Pat, e, aos poucos, os dois vão se conhecendo melhor. Ambos possuem suas diferentes formas de loucura e, juntos, formam uma dupla estranha e divertida.


    Acho que esse é o melhor adjetivo para descrever o livro: divertido. Não é o tipo de livro que muda nossas vidas, mas é gostoso de ler. A edição está muito bonita, as páginas são amareladas, as letras são grandes e os capítulos são curtos. A narrativa é rápida e a linguagem é simples. O Lado Bom da Vida é um livro para passar o tempo.


1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...