Blogger Widgets

[Resenha #1069] As Melhores Histórias de Viagens no Tempo @grupopensamento


As Melhores Histórias de Viagens no Tempo
Martin H. Greenberg e Harry Turtledove
ISBN-13: 9788555390494
ISBN-10: 8555390494
Ano: 2016
Páginas: 464
Idioma: português
Editora: Jangada
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Saraiva

Sinopse:
Dentre as temáticas do universo sci-fi, nenhuma delas é tão popular, envolvente e plural quanto as viagens no tempo. Esta coletânea reúne, em um único volume e pela primeira vez no Brasil, dezoito contos de alguns dos gigantes do universo sci-fi, abrangendo cinco décadas, de 1940 a 1990, e incluindo desde “Um Som de Trovão”, de Ray Bradbury, que inspirou o nome da famosa teoria do Efeito Borboleta, até Ursula K. LeGuin, em “Outra História ou um Pescador do Mar Interior”, ou mesmo uma ideia impensável, como no conto do premiado Jack Dann “Inversão do Tempo”, que propõe respostas surpreendentes para uma pergunta perturbadora: e se todos viajassem no tempo, menos você?


 
Resenha:
As Melhores Histórias de Viagens no Tempo é uma coletânea dos mais renomados contos de viagens no tempo já publicados do século XX e é, em si, uma viagem no tempo, abrangendo cinco décadas, de 1940 a 1990, e iremos ver grandes nomes e contos incríveis como Um Som de Trovão, de Ray Bradbury, que foi esse conto que inspirou o nome da famosa teoria do Efeito Borboleta.


Há um grande número de histórias brilhantes aqui, e inteiramente transcendem as eras em que foram escritos e publicadas; todas são indicadores reveladores de estilo, o leitor pode ter uma noção de como o ofício de escrever ficção científica progrediu.


A inteligência, a criatividade e admiração dos antigos autores estão todos em exposição nesse livro incrível, mas assim também estão os aspectos da ousadia, da consciência pós-moderna e cinismo dos homens e mulheres nas últimas décadas.


Nesse livro temos uma lista dos nomes dos autores que ganharam seus lugares estimados na história do Sci-Fi, então não haveria razão para esperar nada menos do que grandeza aqui.

Vou comentar sobre os contos que mais gostei: "Vigia de Incêndio", de Connie Willis, é o conto mais comovente e humana. Um historiador viaja de volta no tempo para visitar uma igreja alvejado pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, e encontra uma profunda ligação com as pessoas, o lugar, e até mesmo o gato de rua, todas ameaçadas pelos bombardeios.


"O Som de Trovão", de Ray Bradbury, um clássico, ainda altamente relevante e com uma história envolvente, e este conto é a origem da famosa teoria do "efeito borboleta".

"Rumo a Bizâncio", de Robert Silverberg, Um homem dos anos 80 encontra-se num futuro distante em uma humanidade altamente evoluída. Ele se esforça para definir a si mesmo e seu lugar entre essas pessoas, se esforça para se relacionar com a mulher, a quem ele ama. A escrita nesta história é surpreendente, as ideias são enriquecidas com delicadeza e atenção aos detalhes.

"O Homem que chegou cedo", de Poul Anderson, um conto impecável, completamente crível de um viajante do tempo a partir do século 20, no entanto, contada a partir da perspectiva de um islandês no século 10.

"Rainbird", de R. A. Lafferty, um conto alegre, e extremamente espirituoso de um homem que continua a revisitar seu eu mais jovem para melhorar as realizações de sua vida.


"O armário do tempo", de Henry Kuttner, nesse conto tudo o que você colocar no armário viaja para o futuro; o objeto ainda permanece visível dentro da caixa para nós no presente, mas adota as propriedades do universo de seu tempo futuro. Este foi um conto original, com uma construção de mundo muito inteligente, e com um final que você não espera.


"Outra história ou um Pescador", de Ursula K. Le Guin. Apesar de ter achado esse conto muito longo, denso, e um pouco lento, eu gostei de sua profundidade e sua resolução.

"Leviatã!, de Larry Niven. Um homem é enviado de volta para o passado para recolher várias criaturas extintas.


"Ontem foi segunda-feira", de Theodore Sturgeon. O conto mais antigo do livro, mas muito inteligente e elegantemente escrito.

"Estou com medo", de Jack Finney, nesse conto um homem conta a história de um grupo de estranhas anomalias temporais.



A capa desse livro ficou ótima, a editora fez um belo trabalho. A diagramação está excelente, assim como a tradução e revisão.

Sem dúvida, um ótimo livro para quem gosta do tema viagem no tempo e ficção científica, recomendo!



3 comentários:

  1. Oie,
    não conhecia o livro.
    Goste de viagens ao tempo, mas confesso que o livro não me chamou atenção.
    Quem sabe em outro momento

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Com certeza um livro para ser lido! Adorei a resenha! Grande beijo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...