Blogger Widgets

[Resenha #1087] O Demonologista - Andrew Pyper @DarkSideBooks @andrewpyper


O Demonologista
Andrew Pyper
ISBN-13: 9788566636406
ISBN-10: 8566636406
Ano: 2015
Páginas: 320
Capa Dura
Editora: DarkSide® Books
Classificação: 5 estrelas
Skoob
Compre: Saraiva

Sinopse:
O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo – principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico.
Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas uma boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma. Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.



Resenha:

A contar do primeiro instante que esquadrinhei a vista nesse livro pelo site da Amazon Brasil não consegui pensar em outra coisa: Eu.Precisava.Desse.Livro. Devo dizer que a ideia inicial de um romance onde um professor universitário estava devotadamente sugestionado que sua filha foi tomada pelo próprio “chifrudo”, descortinou um mar de possibilidades a respeito de uma narrativa assustadora.





David Ullman, professor do Departamento de Inglês da Universidade de Columbia em Manhattan é um profissional experimentado em mitologia e narrativa religioso judaico – cristã, embora seja um ateu convicto, trabalha diretamente com fenômenos e histórias que não acredita. Ele é uma das maiores influências em literatura demoníaca, com especialização em Paraíso Perdido do autor John Milton. 





Paraíso Perdido é uma obra poética do século XVII, integralmente publicada em1667 em dez cantos. Esse poema descreve a história cristã da queda do homem do paraíso, através da tentação de Adão e Eva por Lúcifer e a sua expulsão do Jardim do Éden. Sei que pode parecer estranho, mas no desenrolar da história pude observar que o poema serve como mola mestra, trazendo indícios e referências pertinentes a uma procura incessante de Ullman.

David Ullman é um homem ressentido e mordaz, e seu casamento está indo por montanha abaixo. Ele não consegue se comunicar com sua esposa Diane, mas felizmente é um pai presente e amoroso para Tess, sua filha de 12 anos.

Uma misteriosa mulher (Mulher Magra) aparece em seu escritório e lhe oferece uma oportunidade de serviço, com todas as despesas pagas para Veneza, a fim de que ele possa testemunhar um "fenômeno". A viagem será toda financiada por seu cliente; cliente esse que ela se recusa a revelar o nome ou sua verdadeira identidade... Já achei mega suspeito essa aparição dessa mulher, mas a história tinha que ter prosseguimento porque se fosse vida real eu tinha pegado era um voo pra bem distante dessa mulher.






Com um casamento desmoronando e recebendo uma grande quantia David resolve levar a filha nessa viajem, afinal seria uma oportunidade deles ficarem mais tempo juntos. Em Veneza, ele segue a risca todas as instruções que a Mulher Magra lhe passou e David acaba por presenciar os pensamentos desvairados de um homem que a seu ver parece estar completamente possuído pelo demônio.

Completamente desnorteado pelo acontecimento presenciado, ele retorna ao hotel, e dá de cara com um fato mais assustador: sua filha está desaparecida. O que deveria ser um trabalho simples ou umas rápidas férias em família acabou por deixar ele e sua filha em real perigo.



David segue então por uma viagem inimaginável que o transformará profundamente e o deixará ciente do surgimento de sua fé. Ele muda de cético para um crente verdadeiro - mas infelizmente a crença de que ele demonstra não é em Deus ou em anjos, ele passa a acreditar no demônio. Em uma busca impiedosa guiada por símbolos e enigmas das páginas de Paraíso Perdido, David deve ser capaz de seguir o demônio que levou sua filha e desvendar o seu nome, pois caso ele falhe perderá sua filha Tess para sempre.


[...] A guerra contra o paraíso nunca foi travada no inferno, nem na Terra. O campo de batalha está em todas as mentes humanas [...].

A história possui uma narrativa em primeira pessoa extremamente ágil e inteligente e a trama é cheia de reviravoltas, grandes descrições, horror e tensão psicológica. Acredito que o êxito do romance encontra-se na maneira como o autor Andrew Pyper contrabalanceia necessidades proeminentes, grandes emoções e claro o medo.





Agora vocês devem estar se perguntando o que tem de tão assustador no livro, já que não tem lobisomens, vampiros ou gente tentando decepar cabeças.  Acredito que o mais assustador seja o pensamento da dominação demoníaca, pois sei que existem por aí muitas pessoas que acreditam que o indivíduo possa ser subjugado por um ser maligno sobrenatural (eu acredito).  Afinal a maioria das religiões podem até brigar a respeito do Grande Criador (Buda, Jeová, Deus, Profeta, Maomé), mas a maioria é unânime em compartilhar seu medo a respeito do demônio.


[...] Nós somos muitos. Mas você não vai encontrar ninguém [...].


Recomendo a leitura e para falar a verdade gostei muito da história. Também não posso deixar de comentar na qualidade da edição emitida pela DarkSide Books. As páginas em papel pólen, com uma fonte extremamente agradável e capa dura recheado de lindas ilustrações dão um show a parte. Um livro para ser lido sem receio! Aventure-se e perca seu medo!


[...] A mente é um lugar em si mesma e pode fazer do inferno um paraíso ou do paraíso um inferno [...].                              
                        John Milton

1 comentários:

  1. Ótimo ler sua resenha e ver que vc gostou! faz tempo que quero ler esse livro mas ainda não comprei porque vi muitas opiniões negativas! Ler sua resenha me devolveu a vontade de ler ele, o que espero fazer em breve! hehehe Bjs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...