Blogger Widgets

[Resenha #1089] O Menino que Desenhava Monstros - Keith Donohue @DarkSideBooks @keithdonohue1



O Menino que Desenhava Monstros
Keith Donohue
ISBN-13: 9788594540010
ISBN-10: 8594540019
Ano: 2016
Páginas: 256
Idioma: português
Editora: DarkSide Books
Classificação: 5 estrelas
Skoob

Compre: Submarino

Sinopse:
Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar.
Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais.
Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.



Resenha:


Mais um livro lindo que a editora Darkside lançou esse ano! De cara achei a capa linda, o que me fez cobiçar o livro, a edição de maneira geral está caprichadíssima, com folhas extras atrás para o leitor desenhar seus próprios monstros! Darkside, sua linda, obrigada por existir!







Agora vamos a história, Jack Peter, o protagonista do livro, é um menino autista, que mora com seus pais (Tim e Holly) em uma casa dos sonhos próximo a praia; Jack nunca apresentou um comportamento de uma criança normal, mas tudo piorou quando 3 anos antes ele e seu único amigo Nick quase se afogaram na praia; a partir de então, Jack deixou de sair de casa e não frequenta a escola. 






Jack é obcecado por desenhos e passa horas desenhando monstros, ele está convencido que um deles habita sua casa, e acaba agredindo sua mãe de manhã assustado com a possibilidade de haver um monstro no seu quarto. A mãe de Jack cada vez mais desconfia do comportamento agressivo da criança e fica com receio de se aproximar e tocar nele. A insistência de Jack sobre a existência de monstros é levada na brincadeira por seus pais, mas tudo muda quando em um dia, ao deixar Nick em casa, o pai de Jack ver uma forma humanoide branca como papel atravessar o seu caminho na estrada.


“ Tim apagou o desenho no vidro, deixando um rastro úmido. Ele se sentia como um criminoso destruindo provas e não conseguia se desfazer da impressão de que havia um conspirador ali, bem atrás dele”. Pág 81



Com o passar dos dias, os pais de Jack Peter, começam a ver e ouvir coisas estranhas na casa, e começam a crer que existe algo errado ali, Jack continua a desenhar ferozmente, e os monstros e acontecimentos que ele bota no papel viram realidade, a qual assombra seus pais e seu único amigo. Sua mãe assustada procura ajuda do padre da cidade, e acaba encontrando uma mulher, ajudante do padre que também têm um grau de autismo, assim como Jack Peter; porém o que afeta a convivência e o comportamento estranho do menino, está longe de ser somente culpa da doença.

“-Perseguiu quem? Do que você está falando?
- Ele está lá fora – Jack puxou o braço dela – papai tentou pegá-lo.
- Jack, por favor....
- O monstro”. Pág 98





O livro vai virar filme pelas mãos do diretor James Wan, que dirigiu jogos mortais, sobrenatural, e invocação do mal; ou seja, vocês já sabem o que esperar do filme. A leitura não me decepcionou nem um pouco, e o final me surpreendeu muito! A leitura foi fluida, e não me cansou em nenhum momento, os personagens são muito bem construídos o que torna fácil mergulhar na leitura. Livro mais do que indicado!


1 comentários:

  1. Livros de terror fogem completamente da minha zona de conforto, então eu dificilmente leio, mas esse parece muito bom! E a Darkside só publica livros lindos, maravilhosos, só pelas capas tenho vontade de comprar todos! Hahaha

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...