Blogger Widgets

[Resenha #1113] O Erro – Elle Kennedy @EditoraParalela @ElleKennedy


O Erro – Série Amores Improváveis – Livro 02
Elle Kennedy
ISBN-10: 8584390413
ISBN-13: 978-8584390410
Páginas: 248
Ano: 2016
Editora: Paralela
Idioma: Português
Classificação: 4 estrelas
Skoob
Compre: Saraiva

Sinopse:
Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias: a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório: tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.



Resenha:

Definitivamente, o grande jogador de hóquei John Logan está extenuado. Mas não pensem vocês que é de jogar ou mesmo de ser uma estrela. Ele está cansado de desejar a namorada de seu melhor amigo Hannah. Ele está cansado de calar esse sentimento dentro do seu peito e viver afogando sua carência em festas, bebidas e mulheres.




Para piorar a situação ele sabe o que lhe espera ao terminar a faculdade. Não uma profissão promissora, fama e dinheiro. Ele tem que enfrentar a mais dura realidade: lidar com um pai alcoólatra e a falida oficina mecânica da família. John só deseja esquecer disso tudo e ter paz por um dia!

Uma noite quando mais uma vez ele está fugindo de seus problemas e tenta se encontrar com um amigo no alojamento estudantil, ele erra de porta e acaba batendo na porta de Grace. 



Grace é uma moça muito certinha, a típica nerd adolescente que nunca se aventurou ou fez algo que pudesse se envergonhar. Porém ela tinha uma quedinha por John e o reconhece imediatamente quando o vê de frente a sua porta. Ela o deixa entrar e usar seu celular, porém John não lembra do numero do amigo e ao tentar chamar um taxi o serviço encontrava-se indisponível. John percebe que Grace está assistindo a filmes de ação e se convida para partilhar daquele momento. Porém as coisas esquentam e eles se beijam e John não entende o motivo que fez agir daquela maneira, afinal a garota era até bonitinha, mas era ainda uma caloura, além de claramente ser virgem. John sai do quarto de maneira tempestuosa deixando Grace a ver navios.

Infelizmente parece que John é incapaz de se sentir imune a Grace e mesmo “sem querer” começa a se relacionar com a garota, mesmo que o segundo “encontro” tenha sido mais para salvar o seu ego ferido. Ele tinha se sentindo um péssimo “ficante” e tentou tirar a péssima impressão que deixara (garanto a vocês que as péssimas impressões ficaram esquecidas...)

Quando Grace se apaixona por Jonh, ele decide terminar o relacionamento, pois ele está convicto que está ficando muito sério. Na ocasião que ele chega ao quarto de Grace para falar com ela, justamente nesse dia ela resolve ser mais atirada é inicia um encontro bem “caliente”.  Mas quando ela confessa a John que é virgem, ele se aproveita dessa informação como uma desculpa para terminar as coisas com ela, afirmando que não procura nada sério e que na verdade tem sentimentos por outra garota. Completamente enfurecida, Grace o coloca para fora de seu quarto e de sua vida.

Claro que assim que chega em casa ele percebe a grande burrada que fez, e é a partir dai que a história vira uma grande loucura, com John querendo a todo custo conquistar o coração da bela Grace. A tarefa não será nada fácil, Grace faz mudanças na sua vida e definitivamente não existe mais espaço em seu coração para John Logan.


“Dessa vez eu me importo. A ideia de Grace com outro cara é inaceitável. Não vou tão longe a ponto de dizer que ela é minha, mas... bom, ela é minha. Para abraçar e beijar e fazer rir.  Isso mesmo, minha”.



Sinceramente? Gostei da fórmula mocinho arrogante que sabe que pode conseguir tudo que quer, mas também é simpático, adorável e claro, um jogador de hóquei muito, muito quente e uma mocinha aparentemente ingênua, mas que trazia dentro de si firmeza de caráter e muita fibra. Ambos, John e Hannah crescem de maneira exponencialmente por toda a narrativa e é muito gratificante ver o romance, as conversas animadas, e principalmente a construção de suas personalidades e sentimentos.


“Você é a última pessoa em que penso antes de ir dormir e a primeira em que penso quando abro os olhos de manhã. Pra mim só existe você, linda”.

Amei a capa, fonte e diagramação. Um livro muito bem escrito, com personagens encantadores. Ansiosa pelo livro seguinte.


1 comentários:

  1. Fiquei curiosa para saber mais da história! Vou adicionar em minha lista!
    http://grandemetamorphose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...