Blogger Widgets

[Resenha #1133] Lúcida - Ron Bass e Adrienne Stoltz @galerarecord


Lúcida
Ron Bass e Adrienne Stoltz
ISBN-13: 9788501077646
ISBN-10: 850107764X
Ano: 2016
Páginas: 364
Idioma: português
Editora: Galera Record
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Submarino

Sinopse:
Um thriller psicológico eletrizante, do roteirista de Rain Man e O casamento do meu melhor amigo. Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?



Resenha:

Maggie e Sloane têm o mesmo nome, Sloane Margaret Jameson, ambas com dezessete anos, mas não poderiam ser mais diferentes. Maggie é uma atriz adolescente, vive em Nova York com sua mãe Elle que é viúva, ausente e irresponsável e uma irmã mais nova de sete anos. Sloane tem uma família comum, um irmão mais novo que ela, um melhor amigo ao qual ela pode sempre contar para tudo, e uma vida escolar completamente comum de uma adolescente. Uma coisa ruim que aconteceu em sua vida foi a morte de um amigo de infância, e isso mexeu muito com ela.











Falando sobre romance, Maggie é dividida entre Andrew e Thomas enquanto Sloane por James, e seu melhor amigo, Gordy. Mas, o que realmente faz Sloane e Maggie serem conectadas, muito mais do que apenas seus nomes é que à noite, cada uma sonha que é a outra. Só que chega num ponto que esses sonhos começam a interferir em seu cotidiano, fora o fato delas sempre se questionarem se isso tudo é real.


Confesso que demorei para engatar nesse livro, e se eu não tivesse lido aos poucos, eu provavelmente teria abandonado a leitura, a trama é bem complexa e requer bastante atenção, e por vezes o ritmo da história é meio lento. Cada capítulo muda das perspectivas de Maggie e de Sloane. Achei Maggie distante do leitor por grande parte da história, não conseguindo formar uma conexão emocional imediata com ela, só consegui fazer isso com a Sloane por causa da normalidade de sua vida. À medida que fui lendo mais, entretanto, descobri que comecei a me importar com as duas personagens e que as diferenças entre suas narrações eram claramente sentidas.


A capa é muito bonita, gostei muito do trabalho que a editora fez. A diagramação está ótima, assim como a revisão.


A história tinha um grande potencial para ser melhor, e não achei que essa história seja um thriller psicológico, apesar que tem momentos que te deixam intrigado. Quanto ao final, não foi o que eu esperava, mas explica muito, só não o suficiente. No entanto, só posso recomendar este livro para o leitor mais paciente.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...