Blogger Widgets

[Resenha #1160] O feiticeiro de Terramar - Ursula K. Le Guin @editoraarqueiro


O Feiticeiro de Terramar
Ciclo Terramar # 1
Ursula K. Le Guin
ISBN-13: 9788580415216
ISBN-10: 8580415217
Ano: 2016
Páginas: 176
Idioma: português
Editora: Arqueiro
Classificação: 3 estrelas
Skoob
Compre: Amazon

Sinopse: Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda.
Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários.
Publicado originalmente em 1968, O feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.


Resenha:

Livros que envolvem magia eu olho com um pouco de desconfiança, isso porque li Harry Potter desde de meus 11 anos e para mim é a história perfeita de magia, que ficou na minha cabeça; qualquer outro livro que use o tema como plano de fundo eu já olho com desconfiança. Apesar desse fato, resolvi ler “O feiticeiro de Terramar”, porque era um clássico e foi escrito muito antes de Harry Potter.





Bom, minha primeira impressão que tive ao ler o livro, foi que a leitura nada me lembrou Harry Potter ou qualquer outro livro que retrata esses universos, como senhor dos anéis e o Hobbit. Comparações a parte, o livro nos traz a história de Ged, também conhecido como Gavião que mora sozinho com seu pai, após o falecimento de sua mãe, e possui o dom para feitiçaria, quem percebe primeiro esse dom é a sua tia, que logo lhe ensina alguns feitiços. Certo dia, esse vilarejo em que eles moram é invadido e Ged usando o poder da névoa consegue salvar a população; a partir daí um feiticeiro muito famoso da região vai atrás dele e se torna seu tutor.

“ – Eu poderia ter feito melhor – falou para si mesmo, com inveja amarga; e, depois disso, toda a alegria da noite escureceu para ele”. Pág 55





Ged, passa a frequentar uma escola de feitiçaria, em outra ilha que faz parte do arquipélago onde a história se passa, lá ele encontra amigos, mas também colegas que despertam sua ira; durante uma provocação onde Ged é desafiado a mostrar seu poder, porém ele acaba liberando uma sombra muito poderosa, que persegue o protagonista e fica à espreita para destruí-lo, e Ged então vai em busca do inevitável: uma forma de destruir a sombra, uma vez que ele não pode viver por enquanto ela estiver em seu encalço.

“ Ninguém sabe o verdadeiro nome de um homem, a não ser ele mesmo e seu nomeador. Ele pode escolher contar ao irmão, à esposa, a algum amigo, mesmo assim esses poucos nunca o usarão onde qualquer outra pessoa possa ouvi-los”. Pág71




A leitura foi fluida no começo e no final, porém achei o meio do livro muito arrastado; por isso demorei a concluir a leitura mesmo o volume contendo apenas 176 páginas. Eu gostei do universo construído pela autora, mas devido a reduzida quantidade de folhas não consegui me ambientar, o livro despertou minha curiosidade para saber mais sobre esse universo, acredito que os outros livros da série possam retratar mais aspectos nesse sentido. Esse é o primeiro volume do ciclo Terramar, que é composto por seis livros.




Apesar de ter sentido falta de uma maior caracterização do universo, achei os personagens bem construídos e cativantes, tanto o protagonista, quanto os secundários. Esse livro foi uma leitura boa, mas não consegui me envolver completamente com a história.
 Gostou do livro? Compre na Amazon com desconto!



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...