Blogger Widgets

[Resenha #1173] A Cruz de Fogo Parte 1 Outlander - Diana Gabaldon @editoraarqueiro


A Cruz de Fogo - Parte 1
E se o seu futuro fosse o passado?
Outlander # 5
Diana Gabaldon
ISBN-13: 9788580416602
ISBN-10: 8580416604
Ano: 2017
Páginas: 720
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Amazon

Sinopse: Uma história sobre lealdade.
O ano é 1771. Na Carolina do Norte, conserva-se a duras penas um frágil equilíbrio entre a aristocracia colonial e os esforçados pioneiros. E entre esses dois lados prestes a entrar em conflito está Jamie Fraser, um homem de honra exilado de sua amada Escócia. Convocado a liderar uma milícia para conter as insurgências, ele sabe que quebrar o juramento que fez à Coroa inglesa o tornará um traidor, mas mantê-lo será a certeza de sua ruína.
A guerra se aproxima, garantiu-lhe sua esposa, Claire Randall. E, mesmo não querendo acreditar nesse triste futuro, Jamie Fraser está ciente de que não pode ignorar o conhecimento que só uma viajante do tempo poderia ter. Afinal, a visão única de Claire já os colocou em risco, mas também lhes trouxe salvação.
A Cruz de Fogo é uma envolvente história sobre o empenho de Jamie em proteger sua família, construir uma comunidade e manter suas terras às vésperas de um conflito histórico. Nesses esforços, ele é ajudado por sua mulher, sua filha Brianna e seu genro Roger MacKenzie, que nasceram no século XX e agora tentam se adaptar à tortuosa vida do século XVIII.

 

Resenha:

Nesse livro estamos em 1771, e encontramos Jamie e Claire Fraser ainda morando na Carolina do Norte, juntamente com Brianna, Roger, e seu filho. Mas as coisas não são simplesmente pacíficas nas montanhas da Carolina do Norte. Este é o período antes da Revolução Americana e o governador procura Jamie para criar uma milícia. Mas por causa de Claire, Jamie sabe o que realmente acontece na Revolução Americana. Será que eles irão conseguir se manter seguros? 



A autora continua a desenvolver seus personagens muito amados, mas para ser honesta, não acontece muitas coisas nessa primeira parte do livro. Foi um começo um pouco lento, mas eu sabia que deveria desfrutar desse início relativamente tranquilo, porque a segunda parte sempre me deixa sem fôlego. 

Eu realmente gosto de histórias sobre o período colonial da história americana, e como todos os livros de Diana Gabaldon, ela escreve com grandes detalhes sobre como era a vida naquela época, e nem sempre é uma imagem bonita. Ela não se afasta das duras, às vezes brutais, realidades de viver naquela época, mas também é equilibrada na descrição da beleza da natureza selvagem intocada, bem como a vida do dia-a-dia. Há também alguns eventos que são precursores da Revolução Americana, que Jamie e Claire estão tentando evitar, mas às vezes não podem deixar de ser arrastados. Além de sua vida na Carolina do Norte, Jamie e Claire experimentam muitas aventuras longe de casa, algumas boas, algumas ruins, algumas engraçadas e algumas com risco de vida. Mas não importa o que eles estejam fazendo, eles apoiam um ao outro e tem alegria na companhia um do outro e em sua família. Quase desde o início alguns mistérios começam a se desenvolver também, que não são completamente desvendados até os capítulos finais do livro, e mesmo assim, ficamos com pontas voltas que vão nos levar para o próximo livro.



Jamie nunca deixa de me surpreender com sua perfeição. Se ele tem alguma falha, Claire provavelmente diria que é a sua teimosia, mas mesmo isso pode ser cativante e tem servido bem em muitas ocasiões. Meu Deus!, ele é tudo o que um homem (e um herói romântico) deve ser: forte, protetor, leal, determinado, responsável, honrado, inteligente, de mente aberta, um bom pai e marido, um amante terno. Preciso dizer mais?. Sinceramente, não consigo imaginar ninguém lendo este livro e não se apaixonar por Jamie. Ele também é um líder nato que inspira lealdade. Jamie é um hábil lutador, que não tem medo da batalha, mas é diplomático o suficiente para tentar evitá-lo sempre que possível. Ele também é um homem da terra, hábil na agricultura e na pecuária. Eu amo como Jamie é inteligente, embora às vezes é difícil para um homem do século XVIII entender muitas das coisas que Claire diz e mostra, ele ainda está fascinado por elas e gosta de aprender mais a respeito. Eu também adoro o senso de humor dele, e do seu lado malicioso que é absolutamente encantador, e muitas vezes me faz rir de suas piadas e suas reações a certas coisas. A família de Jamie é tudo para ele, e o melhor de tudo, o amor de Jamie por Claire é de tirar o fôlego em sua intensidade e é o tipo de amor que eu acho que todo mundo deseja ter em suas vidas. 



Eu sempre admirei Claire por sua força, determinação e tenacidade. Ela é uma mulher que sabe quem ela é e não tem medo de ser quem ela nasceu para ser. Ela também sabe o que ela quer e vai atrás. Ela é uma enfermeira, que entende instintivamente o corpo humano, incluindo todas as suas fragilidades. Embora tenhamos visto Claire neste papel ao longo da série, acho que talvez seja ainda mais pronunciada neste livro. Ela é capaz de trazer o seu conhecimento do século XX de medicina, mas muitas vezes é frustrada por suas limitações do século XVIII. No entanto, ela não mede esforços para poder curar todas as pessoas que puder e, assim como Jamie, ela sente profundamente o peso da responsabilidade por cada morte, mesmo quando ela sabe que não havia nada o que ela poderia fazer para evitar. Assim como Jamie, a família vem em primeiro lugar, e ela faria qualquer coisa para manter aqueles que ama em segurança. Embora ela muitas vezes se preocupa com a segurança de Jamie, ela é forte o suficiente para reconhecer quando ele precisa fazer algo e apoiar seus esforços, mesmo se ela não gostar. Ela ama Jamie com a mesma paixão avassaladora do começo e não consegue pensar em um momento em que talvez não estejam juntos.


A capa segue linda, assim como as anteriores. O trabalho da editora continua excepcional, desde a diagramação até a revisão e tradução. 

Como eu já disse antes, eu não me canso de Jamie e Claire. O amor deles é lindo. Não importa quanto tempo eles estejam juntos, eles ainda têm um relacionamento que faz o leitor suspirar. E o que mais posso dizer? Estou viciada nessa série. Eu definitivamente vou ler o próximo livro da série, e recomendo a todos que leiam, vocês não irão se arrepender, apesar de assustar pela quantidade de páginas, uma vez que se começa a ler, não dá para parar.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...