Blogger Widgets

[Resenha de Filme] Um homem chamado Ove


Um homem chamado Ove
116 min
Nota: 3.5

Sinopse:
 Ove é um senhor mal-humorado de 59 anos que leva uma vida totalmente amargurada. Aposentado, ele se divide entre sua rotina monótona e as visitas que faz ao túmulo de sua falecida esposa. Mas, quando ele finalmente se entregou às tendências suicidas e desistiu de viver, novos vizinhos se mudam para a casa da frente, e uma amizade inesperada irá surgir.





Resenha:

Ove é um homem de 59 anos, extremamente metódico cuja rotina se resume a acordar, fechar três vezes a porta, conferir todos os portões da garagem, anotas a placa dos carros que fazem pernoite, guardar as bicicletas largadas por jovens descuidados e verificar se o portão do condomínio onde mora está fechado.


Todos os dias, Ove repete seu sagrado ritual e aos poucos percebemos sua personalidade rabugenta, perfeccionista e até mesmo autoritária. Após a morte de sua esposa e sua súbita demissão, Ove se vê completamente sem motivos para continuar vivendo e decide dar um fim à seu sofrimento. De repente, o suicídio parece uma opção melhor do que continuar no maldito condomínio onde ninguém faz nada como se deve.



Aos poucos o filme nos mostra, em deliciosos flashsbacks que seguem às tentativas frustradas de dar cabo à sua vida, o passado de Ove e lentamente perdemos a impressão de que ele é apenas um velho amargurado e deprimido pelos fatídicos acontecimentos em sua vida. A primeira impressão, tão ruim, dá lugar à uma grande simpatia e até certa compaixão. Quando o filme chega ao fim já nos vemos completamente fascinado pelo personagem atípico e a princípio nada convidativo.





O filme constrói com maestria mais do que um brilhante roteiro, mas uma lição de vida extremamente encorajadora e em poucos momentos (sutis, na verdade) até cômica. Um homem chamado Ove, apesar de sua longa duração (quase duas horas de filme), aborda um tema simples e tocante em meio a uma Suécia aberta aos imigrantes, e nos relembra que a gentileza, o amor e a felicidade podem ser encontrados nos lugares mais inesperados.

Um homem chamado Ove é uma comédia dramática sueca que foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro; o longa foi dirigido por Ingmar Bergman já premiado pela academia. O filme foi baseado em um livro de mesmo nome do autor sueco Fredrik Backman, publicado em 30 países.



Escrito por: Juliana e Renan (colaboradores do blog Lost Girly Girl)

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...