Blogger Widgets

[Resenha #1232] A verdade e outras mentiras - Sascha Arango @Suma_BR


A verdade e outras mentiras
Sascha Arango
ISBN-13: 9788556510211
ISBN-10: 8556510213
Ano: 2016
Páginas: 224
Editora: Suma de Letras
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Amazon

Sinope: Henry Hayden parece um cara legal. Um autor famoso, mas humilde. Um marido devoto, embora pudesse ter a mulher que quisesse. Um amigo generoso. Alguém admirável. Mas Henry Hayden é uma mentira, uma máscara. Seu passado é um segredo, e seus planos mais ainda. Ninguém além dele e da esposa sabem que é ela quem escreve os livros que o deixaram famoso. Mas quando a amante aparece grávida, Hayden vê sua vida tão cuidadosamente construída em risco, e na tentativa de encontrar uma solução definitiva para o problema, comete um erro terrível. Agora, não só a polícia está atrás de Hayden, como seu passado também tenta alcançá-lo. Costurando mentiras, verdades e meias-verdades em uma tentativa de sobreviver, ele monta uma história complexa que talvez seja sua única chance de escapar da beira do abismo.



Resenha:

A verdade e outras mentiras é o primeiro romance do Sascha Arango, e trata-se de um thriller policial que retrata a vida de mentiras e manipulações de Henry Hayden. 

Henry Hayden era um nada, até conhecer sua esposa, Martha. Ao encontrar um manuscrito escrito por ela, Henry encontra também uma porta aberta para o sucesso. Frank Ellis foi o primeiro livro escrito pela Martha e publicado com o nome de Henry, que ganhou fama e admiração às custas da esposa. Na verdade, esse foi um acordo entre o casal, Martha escreveria livros incríveis e manteria o anonimato, enquanto Henry levaria todo o crédito.


"A ignorância era quase sempre uma benção."



Visto por fora, Henry parecia um homem incrível, de índole inabalável, mas Henry Hayden escondia um passado sombrio, e por causa de um erro cometido no presente, toda a sua estruturada vida vai por água abaixo e seu passado volta à tona. 

"Guardar um segredo não era fácil. Ficar em silêncio durante toda uma vida era uma tortura. Desse ponto de vista, o assassino começava a pagar pelo crime no dia que o cometia."


Tudo começa quando Henry descobre que sua amante, Betty, está grávida de um filho seu. Com medo das implicações que isso poderia trazer para seu relacionamento com Martha e seu sucesso no mundo literário, Henry se vê em um dilema que vai fazê-lo cometer um erro irreparável, um que custará a vida de sua esposa. 

"As pessoas erravam porque acreditavam em algo, corriam na direção da própria destruição porque tinham esperanças."


Com um talento nato para esconder a verdade das pessoas, Henry vai tecendo uma rede de mentiras que faz dele um alvo para a polícia e para uma pessoa do seu passado. Ao mesmo tempo que tenta manter o seu disfarce de bom marido/pessoa admirável/escritor famoso, Henry traça planos de assassinato, como um típico sociopata.

"Podia ser que a carreira de todo psicopata começasse com um acontecimento trágico, mas muitas vezes esse acontecimento era exatamente seu nascimento. Quando o mal vinha ao mundo, ainda parecia inocente. Crescia a partir de então, buscava para si uma forma e começava sua obra como uma brincadeira."



Devo confessar que Henry Hayden é mesmo bom mentiroso. Os fatos se encaixaram quase que perfeitamente na ordem que aconteceram, trazendo uma certa linearidade e plots inteligentes. No geral, a escrita do autor é instigante, mas faltou algo a mais que prendesse a minha atenção. A narrativa é focada principalmente em Henry, mas alguns capítulos ainda mostram a perspectiva de outras personagens, sempre em 3ª pessoa. O que eu mais gostei no livro foi o seu humor sarcástico. 

A editora fez um bom trabalho, a capa foi uma ótima referência e a revisão está perfeita. 


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...