Blogger Widgets

[Resenha #1246] O Fim - Desventuras em Série # 13 - Lemony Snicket @editoraseguinte


O Fim
Desventuras em Série # 13
Lemony Snicket
ISBN-13: 9788535909463
ISBN-10: 853590946X
Ano: 2006
Páginas: 312
Idioma: português 
Editora: Companhia das Letras
Skoob
Classificação: 3 estrelas
Compre: Amazon

Sinopse: Finalmente, o tão esperado 13º volume que encerra a longa narrativa da terrível saga dos órfãos Sunny, Klaus e Violet. Mesmo que a vida dos três oferecesse mistério e martírio suficientes para preencher milhares de páginas, Lemony Snicket garante ter chegado à reta final da solene tarefa que lhe ocupou tantos anos de vida.Mas, como sempre, vale o alerta: aqueles que encontram prazer e alegria em outras coisas, que passem ao largo deste livro - pois é bem possível que O fim acabe com a vida do leitor mais suscetível. Mesmo quem enfrentou corajosamente os doze volumes anteriores não irá suportar tanta desgraça, como uma tempestade bravia, uma bebida suspeita, um bando de ovelhas selvagens, uma gaiola de passarinho gigante e ornamentada, e um segredo de fato assustador sobre os pais dos Baudelaire.Para completar, diferentemente dos outros livros da série, neste último o grande vilão, conde Olaf, está presente desde o início da narrativa. Ele e os Baudelaire começam juntos: estão todos no barco que os salvou no final de O penúltimo perigo. Atracam em uma ilha, que, perdida no meio do oceano, é povoada por náufragos e comandada por Ishmael, um homem barbudo que tem os pés feridos sempre cobertos de barro. Tudo muito suspeito...Será que todo o mistério finalmente será revelado? Afinal, quem são os pais dos órfãos Baudelaire, o que é C.S.C., e o que acontecerá com todos os personagens da série? Bem, talvez O fim não seja para qualquer um. Por isso é de fato muito recomendável que se faça um check-up cardíaco antes de ler o livro.




Resenha:

Os irmãos Baudelaire estão em um pequeno barco com o Conde Olaf, depois do incêndio no Hotel Desenlace. Isso não soa como a situação ideal. Eles estão em alto mar. O conde Olaf exige muitas coisas, mas é claro que eles estão em um barco e não podem fazer nada a respeito. Olaf tenta dizer às crianças que a vida não é justa. As pessoas não são sempre o que você acha que são. As crianças vêem razão em suas divagações, mas ainda não querem estar em um barco com ele. Olaf logo aponta para uma tempestade que está se formando no horizonte. Eles ficam presos um ao outro enquanto a tempestade lança seu pequeno barco sobre o oceano. Depois de sobreviverem tempestade, eles acabam aportando em uma ilha habitada por pessoas curiosas. Eles vêem uma menina vestida inteiramente de branco. Ela diz que o nome dela é sexta-feira e que eles podem acompanhá-la, todos com exceção de Olaf, porque ele não é legal. Sexta-feira leva as crianças. A ilha não é enorme, mas tem a capacidade de apoiar uma pequena colônia de pessoas. Todos eles estão vestidos de brancos. Todos vivem em tendas. O líder do grupo é chamado Ishmael. Ele quer que todos o chamem de Ish, mas ninguém nunca chama. Ishmael governa as pessoas da ilha, mas ele é um manipulador, e para manter a ilha sob sua ordem, ele manda todos beberem "cordial de coco", que funciona como um narcótico, e assim os habitantes aceitem tudo o que ele diz. 

Houve outro naufrágio, e dente os sobreviventes estão a inconsciente Kit Snicket e a Víbora Incrivelmente Mortífera. Como os Baudelaires irão escapar dessa ilha? O que o Conde Olaf tentará agora? Quais os segredos de Ishmael? 


Confesso que não fiquei satisfeita com o fim deste livro e da série como um todo, por não explicar todos os mistérios centrais, ao não encerrar a história como se esperava. Acredito que foi de propósito que o autor quis que a história realmente não tivesse um final de estilo felizes para sempre, porque a verdade é que a vida é realmente confusa e cheia de muitas pessoas que podem ou não impactar nossas vidas e nunca sabemos realmente como. Nós somos todos humanos e cada um de nós está vivendo nossas próprias histórias. Tudo o que você pode fazer é o melhor com as opções que lhe são oferecidas. A vida real não tem um feliz sempre, porque a história continua. A vida real é um compilado de capítulos que podem ou não fazer sentido, mas que você tem que continuar vivendo de qualquer maneira. Essa série de livros não mostram o mundo da maneira que desejamos, eles mostram a confusão e a incerteza do mundo do jeito que é. Mas, por tudo isso, há vilões, também há pessoas que querem ser nobres, e há redenção para qualquer um. Esses livros realmente mostraram muito sobre como há mais do que apenas o bem e o mal e às vezes as pessoas boas podem fazer coisas que têm resultados ruins. Assim, termino dizendo que apesar desse último livro não ter sido como eu queria, não deixo de recomendá-lo, pois ele ainda tem muitas qualidades, e deixará saudades. 



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...