Blogger Widgets

[Resenha #1268] O Apanhador de Sonhos - Stephen King @Suma_BR


O Apanhador de Sonhos
Stephen King
ISBN-10: 8539004658
ISBN-13: 978-8581050355
Páginas: 656
Ano: 2013
Editora: Suma de Letras
Idioma: Português
Classificação: 5 estrelas
Compre: Amazon
Sinopse:
Em O Apanhador de Sonhos, Stephen King cria uma história sobre a verdadeira amizade e a memória. Num texto assustador e emocionante, conduz seus personagens por uma batalha inigualável com o mundo das trevas. Eles ainda eram meninos quando viveram uma experiência que os marcaria para sempre, em Derry, a cidade mal-assombrada do Maine. Eram quatro meninos, com seus sonhos e seus medos. Quatro amigos que juntaram suas forças e foram capazes de um grande ato de coragem. A partir dali, tudo mudou, mas eles levariam um bom tempo até se darem conta disso. O tempo passou. Outros caminhos, outras histórias, mas continuaram amigos. Cúmplices. Todos os anos, onde quer que estejam, interrompem suas vidas para uma temporada de caça nos bosques do Maine. Um momento para recordarem o passado e fortalecerem o sentimento que os une.  Nesse ano, algo diferente acontece: um forasteiro surge repentinamente no acampamento. Confuso, ele murmura frases desconexas. Assustado, fala de luzes no céu. Sua voz soa em meio ao grupo como uma estranha e aterradora profecia. Logo, os amigos percebem que o homem dizia a verdade e se encontram envolvidos numa luta contra uma poderosa criatura. Para sobreviver, terão de resgatar algo perdido na infância e contar com a ajuda do Apanhador de Sonhos.



Resenha:

O mestre do suspense e do terror consegue mais uma vez me deixar de cabelos em pé. Em O Apanhador de Sonhos fui transportada para Derry no Maine (mesmo local onde se passa IT), em um cenário mais que perfeito para provocar pânico e tremores nessa leitora medrosa que vos escreve. Para quem não sabe este livro é o primeiro romance lançado por King após seu acidente que quase ceifou a vida por volta dos fins dos anos 90.


Jenesy, Henry, Beaver, Pete e Dudits viraram amigos inseparáveis na infância. Duddits era portador da Síndrome de Down e foi salvo pelos 4 amigos dos valentões da redondeza. Estranhamente eles criaram certos talento psíquicos e conseguiram se comunicar mentalmente. Porém com a chegada da vida adulta eles se separaram e seguiram suas vidas deixando Derry e Duddits em Derry. Mas uma velha tradição ainda mantém o quarteto original conectados: anualmente eles se encontrar para uma caçada nos arredores da cidade.
Infelizmente o que era pra ser mais um feliz encontro entre amigos se transforma num pesadelo sem precedentes. Eles se deparam com figuras bem estranhas, uma invasão alienígena está acontecendo e eles ficam bem no meio do fogo cruzado entre Et´s nada amigáveis e o governo americano que coloca tudo em quarentena e tem ordem expressas de matar tudo que se antepor ao seu caminho.





Adoro as bizarrices de King, que para completar o quadro de horror faz com que um dos alienígenas aprisionasse o corpo de Jonsey na tentativa de espalhar seus ovinhos malignos ao redor do mundo.
“Por um  momento, seu entendimento do mundo como que virava do avesso, e ele percebeu que tudo estava infectado... ou poderia estar. Seus motivos para desejar o suicídio eram insignificantes diante da coisa que se aproximava."

Somente a incrível capacidade que eles possuem de se comunicar sem a necessidade de palavras e a forte conexão que eles ainda possuem com Duddits os auxiliarão na frágil tentativa de parar a invasão alienígena e salvar o mundo.
O que dizer da história? Uma obra prima de um homem que considero magnífico e que consegue com maestria inserir pavor, medo e repulsa de maneira brilhante. Mais uma obra bem projetada e bastante detalhista com personagens extremamente bem desenvolvidos. Uma narrativa com um realismo excruciante que nos arrasta por suas páginas de maneira feroz e urgente.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...