Blogger Widgets

[Resenha #1281] Carrie, a estranha - Stephen King @Suma_BR


Carrie - A Estranha
Stephen King
ISBN-13: 9788581050362
ISBN-10: 8581050360
Ano: 2013
Páginas: 200
Idioma: português 
Editora: Suma de Letras
Skoob
Classificação: 4 estrelas
Compre: Amazon

Sinopse: Carrie, a Estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente.
Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram. A vendeta vem à tona de forma tão furiosa e amedrontadora que até hoje permanece como exemplo de uma das mais chocantes e inovadoras narrativas de terror de todos os tempos.
Com tantos ingredientes de suspense, Carrie, a Estranha logo se transformou num enorme sucesso internacional e passou a integrar a mitologia americana. Ao ser transportado para as telas, em 1976, pelas mãos de Brian de Palma, teve a atriz Sissy Spacek e John Travolta em seus papéis principais.




Resenha:

Carrie é um dos clássicos do King que desde que comecei a virar fã do autor tenho vontade de ler. Antes de começar a história, somos presenteados com um pequeno texto do autor contando como esse enredo surgiu, ele estava com pouco dinheiro, já casado e com filhos, e tinha que escrever alguma coisa. Ao ter a ideia para escrever Carrie ele foi influenciado pela lembrança de duas colegas de colégio que eram excluídas no ambiente escolar, ambas não tiveram finais muito felizes.



No livro mergulhamos na história de Carrie, ela tem poderes telecinéticos que se acentuou a partir de um acontecimento na sua adolescência; sua mãe é uma religiosa fanática, que a puni constantemente, muitas vezes apenas pelo fato dela ser mulher, e por isso Carrie cresceu privada de várias atividades normais para a sua idade. Devido a essa diferente criação ela é vítima de bullying no colégio, os alunos que não participam de agressões verbais contra ela, simplesmente não ligam, nem se aproximam. 

“ Carrie ficou ali apalermada, pingando no meio da rodinha que se formava. Parecia um boi paciente, sabendo ser o motivo da piada (como sempre), apalermada e constrangida, mas não surpresa”. Pág 20



Ao longo do livro Carrie começa a testar seus poderes de movimentar objetos e acaba usando esse dom para se vingar dos seus colegas que tanto lhe perseguiram e levaram a sua marginalização na sociedade. 

O livro é dividido em três partes, sem capítulos, mas isso não torna a leitura cansativa em momento nenhum. King, mas uma vez com maestria, tem a sacada de nos contar a história em forma de entrevistas de outros personagens que vivenciaram as consequências do poder de Carrie, assim a narrativa ganha um tom de veracidade.

“ Um clarão piscou no alto, e ouviu-se um tiro seco quando a lâmpada chiou e apagou. A srta. Desjardin deu um grito de surpresa, e ocorreu-lhe que esse tipo de coisa parecia estar sempre acontecendo perto de Carrie”. Pág 24


Esse livro não é terror, é um thriller psicológico que envolve o leitor desde de o começo; todos os personagens são muito bem construídos, é fácil se apegar a Carrie e ficar do lado dela durante a história. A edição mais uma vez ficou dentro do esperado, se tratando dos livros de Stephen King; a SUMA segue um padrão de edição das histórias dele.

“É fácil esquecer uma coisa: Éramos crianças. Éramos crianças com a melhor das intenções...” pág 74

Carrie foi o primeiro livro publicado pelo Stephen King, e tem o mesmo potencial dos outros! King chegou a jogar no lixo o rascunho, mas sua mulher encontrou e o convenceu a voltar a escrever. “Carrie, a estranha” foi um sucesso e virou filme; um remake foi feito em 2013.


1 comentários:

  1. Agradecemos a mulher do King por ter resgatado esse livro. Gosto de ver a evolução na escrita do autor ao longo dos livros que foram publicados depois de Carrie. Não tem como não se apegar a Carrie mesmo, e ao mesmo tempo sabemos que isso acontece com muitas garotas :(
    Adorei a resenha e as fotos estão lindas.
    Beijos


    http://littlegirlreader.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...